PALACE A TENDA

Tenda das Reflexões

Home
Tenda das Últimas
Tenda dos Eventos
Tenda dos Nivers
Tenda das Ideiotas
Tenda das Piadas
Tenda dos Petiscos
Tenda das Reflexões
Tenda dos Milagres
Tenda das Músicas
Tenda das Noticias
Tenda dos Blogs

"Quando você elimina o impossível, o que sobra por mais
incrível que pareça só pode ser a verdade " ...

 

 

Caso você queira colaborar com algum texto para reflexão envie seu mail para nossa caixa postal atendapalace@hotmail.com

 

 

estrela.jpg

linha1.gif

Acenda Sua Estrela
É Hora de Brilhar

Toda pessoa traz consigo estrelas que a vida concede.

Estrelas de brilhar, estrelas de crescer, estrelas de encontrar o caminho do sonho que se persegue.

Saber reconhecer os brilhos e as estrelas é o nosso destino.

Porque há quem se encante com o brilho de estrelas que não são suas e se perde.

Há quem deseje o brilho de outra mais distante e por isso passa quase todo o tempo como passageiro, nas estações, à espera de um trem para lugar nenhum.

Aceitar as estrelas que trazemos é o que faz a diferença entre o que queremos ser e o que verdadeiramente somos.

Brilhar é acreditar na força que elas têm, desvendar seus mistérios, e aí então deixar que suas luzes se derramem alma adentro e tanto, que carregar as estrelas seja como conduzir um candeeiro, para que, onde quer que se vá, longe, alto, possam os outros perceber a claridade.

Esse é o desejo: uma felicidade intensa hospedada definitivamente em seu coração, como estrelas na palma das mãos a iluminar os caminhos.

Autor(a) Texto: José Oliva

linha1.gif

Ouça: Pessoas São Músicas!!

 

Elas entram na vida da gente e deixam sinais.

Como a sonoridade do vento ao final da tarde.

Como os ataques de guitarras e metais presentes em cada clarão da manhã.

Olhe a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, olhando fundo, que há uma melodia brilhando no disco do olhar.

Procure escutar.

Pessoas foram compostas para serem ouvidas, sentidas, compreendidas, interpretadas.

Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas, para tocarem suas próprias vidas com toda essa magia de serem músicas.

E de poderem alçar todos os vôos, de poderem vibrar com todas as notas, de poderem cumprir, afinal, todo o sentido que a elas foi dado pelo Compositor.

Pessoas são músicas como você.

Está ouvindo?

Como você.

Pessoas têm que fazer sucesso.

Mesmo que não estejam nas paradas.

Mesmo que não toquem no rádio.

Autor(a) Texto: José Oliva

linha1.gif

Somos passageiros de um lindo raio de luz que nos conduz a eternidade.

Conseguir perceber, sentir e tocar este raio de luz dourado é como manter uma comunicação permanente com nossos anjos.

Afinal de contas, os anjos são nossos verdadeiros guias e protetores, que de uma forma iluminada, nos conduzem ao entendimento, a compreensão, ao amor e principalmente, incentivam a construção de uma vida em plena harmonia com o universo.

Portanto hoje, olhe para os céus e deixe que o seu coração seja banhado por este oceano de luz que irá transformar a sua vida.

Ilumine a sua Vida com os Raios de Felicidade...

Autor(a) Texto: Carlos César Scandolara

linha1.gif

PERDAS E DANOS: O luto nosso de cada dia.

 

Quando se fala em luto, logo imaginamos a morte de algum ente querido, da pessoa amada. Pensamos, enfim, em morte, em algo definitivo que não temos controle. Com certeza isso é LUTO. O termo “luto” é mais amplo do que imaginamos. Quando perdemos uma ilusão, quando não conseguimos realizar um objetivo ou quando terminamos um relacionamento, tudo isso é uma perda e com ela vem o LUTO. Portanto, podemos dizer que o LUTO é o sentimento que está ligado a uma perda, seja ela de que ordem for. Aprendendo a elaborar o luto você vai, conseqüentemente, renunciar à fantasia do amor ideal.

O que é “amor ideal”? Ele nasce das impossibilidades que a vida trás. Desde criança idealizamos as pessoas, as relações e quando nos tornamos adultos percebemos que esse “ideal” não passa de um sonho e, muitas vezes, não conseguimos abandonar esse padrão e ficamos presos a esses ideais. Ficamos ligados às dores através dos sonhos e não conseguimos viver. Perdemos oportunidades de sermos felizes, de mudar nossa vida porque estamos sempre buscando aquele ideal que não existe.
Amores são diferentes das dores. Amores perdoam e deixam saudades gostosas e inesquecíveis, situações das quais nós não temos (nem queremos) que mascarar e das quais não temos que fugir ou esquecer.Ao contrário, são coisas boas de lembrar, mesmo quando os amores foram tumultuados e já se foram. Isso inclui os amores da infância.
Teremos aqui o ódio como o sentimento que mais cria vínculos entre as pessoas. O ódio pode ser eterno se não for resolvido. Muitas pessoas estão impedidas de deixar de lado aquele sonho infantil, não porque tenham esperança, mas porque são obstinadas e sentem ódio pelas frustrações que lhes foram causadas. Dessa forma, cheias desse sentimento ruim, acabamos por nos recusar a aceitar o luto que é representado pela aceitação de que as coisas não foram exatamente da forma que queríamos e que nunca serão.

Se você mantém o sonho, pode estar mantendo junto o ódio. O melhor a fazer é tentar e conseguir elaborar seus lutos e, para isso, temos que reconhecer nossas frustrações e aceitá-las como parte da vida. Aprendendo a perder.

linha1.gif

AUTO-ACEITAÇÃO

 

 

A auto-aceitação é muito importante. Se você não se aceita como é, provavelmente não aceitará as pessoas como elas são. Estará sempre querendo impor mudanças nas outras pessoas. Podemos saber lidar com o luto? Sim, claro, através do auto-conhecimento chegaremos a auto-aceitação e chegar ao entendimento de que as perdas e as frustrações fazem parte da vida.

Se ainda assim, depois de analisar os fatos, suas perdas, suas frustrações e tiver muita dificuldade em lidar com elas, procure auxilio de um profissional para dividir suas dúvidas e tentar encontrar o caminho do entendimento.

linha1.gif

PRECE INDÍGENA

Diz uma prece indígena: "Deixem-me seguir as pegadas do meu inimigo por três semanas, carregar o mesmo fardo e passar pelas mesmas provações que ele, antes de dizer uma só palavra de desaprovação à sua conduta".

linha1.gif

São palavras que encerram uma profunda sabedoria.

 

Julgar o procedimento alheio, sem antes procurarmos entender os motivos que o levaram a agir assim, é o caminho mais fácil, porém é também o que mais nos leva a cometer injustiças.

Sempre esperamos que os outros entendam nossas motivações e quando não o fazem nos sentimos injustiçados.

Mas será que nós procuramos sempre entender as razões alheias? Será que, ao menos por um instante, seríamos capazes de tentar imaginar como agiríamos se estivéssemos no lugar da outra pessoa?

Poucos de nós ao menos tentam.

Mas, a maioria de nós não hesita em desaprovar tudo que esteja contrariando aquilo que considera "certo".

Experimente, ao menos uma vez, carregar o fardo de seu inimigo.

 

linha1.gif

ETAPAS

É preciso saber sempre quando se acaba uma etapa da vida.

Se insistirmos em permanecer nela, depois do tempo necessário, perderemos a alegria e o sentido do resto.
Fechando círculos, fechando portas ou fechando capítulos, como queira chamar, o importante é poder fecha-los, deixar ir momentos da vida que se vão enclausurando.

Terminou seu trabalho? Acabou a relação? Já não mora mais nessa casa? Deve viajar? A amizade acabou?

Você pode passar muito tempo do seu presente dando  voltas ao passado, tentando modificá-lo...
O desgaste será infinito, porque na vida, você, seus amigos, filhos, irmãos, todos estamos destinados a fechar capítulos, virar páginas, terminar etapas ou momentos da vida, e seguir adiante.
 
Não podemos estar no presente sentindo falta do passado.
O que aconteceu, aconteceu...  não podemos ser filhos eternamente, nem adolescentes eternos,

nem empregados de empresas inexistentes, nem ter vínculos com quem não quer estar vinculado a nós.

 



Os acontecimentos e as pessoas passam por nossas vidas e temos que deixa-los ir!
Por isso, às vezes é tão importante esquecer de  lembrar, trocar de casa,

rasgar papéis, jogar fora presentes desbotados, dar ou  vender livros...

Na vida ninguém joga com cartas marcadas, e a gente tem que aprender a perder e a ganhar.
O passado passou: não espere que o devolvam.
Também não espere reconhecimento, ou que saibam quem você é.
A vida segue para frente, nunca para trás.

Se você anda pela vida deixando portas "abertas",

nunca poderá desprender-se, nem viver o hoje com satisfação.
Casamentos, namoros ou amizades que não se fecham, possibilidades de "regresso" (a quê?),

necessidade de esclarecimentos, palavras que não foram ditas, silêncios...

Fazer a faxina emocional e arrumar espaço nas gavetas do futuro para o novo.
Não por orgulho ou soberba, mas porque você já não se encaixa ali, naquele lugar,

naquele coração, naquela casa, naquele escritório, naquele cargo...
Você já não é o mesmo que foi há dois dias, há três meses, há um ano... portanto, nada tem que voltar.

Feche a porta, vire a página, feche o círculo!

Você nunca será o mesmo, e nem o mundo à sua volta, porque a vida não é estática.
Faz bem à saúde mental cultivar o amor por você mesmo, desprender-se do que já não está em sua vida.
Lembre-se de que nada, nem ninguém, é indispensável...
É um trabalho pessoal aprender a viver com o que dói,  deixar-se ir e aprender a desprender-se.
E isso o ajudará definitivamente a seguir para a frente com tranqüilidade.

Essa é a vida que todos precisamos aprender a viver...

(autor desconhecido)

linha1.gif

REFLEXÕES ANTIGAS...