PALACE A TENDA

Tenda das Noticias

Home
Tenda das Últimas
Tenda dos Eventos
Tenda dos Nivers
Tenda das Ideiotas
Tenda das Piadas
Tenda dos Petiscos
Tenda das Reflexões
Tenda dos Milagres
Tenda das Músicas
Tenda das Noticias
Tenda dos Blogs

NOVEMBRO

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Qualidade do sono é hereditária, revela estudo

A qualidade do sono é transmitida hereditariamente, pelo menos é o que revela um estudo elaborado por cientistas da Universidade de Lausanne, na Suíça. A pesquisa foi publicada esta sexta-feira na revista Science.


O estudo liderado pelo professor Mehdi Tafti, do Centro de Integração do Genoma da Universidade de Lausanne, é o primeiro a identificar um gene do chamado sono normal.

A equipa revelou ainda que conseguiu estabelecer uma ligação entre a vitamina A e a qualidade do sono, embora não tenha sido possível determinar se será o seu excesso ou a sua falta que perturbam o sono.

 

linha1.gif

PESSOAS QUE DIZEM TER SIDO ABDUZIDAS TÊM MEMÓRIAS FALSAS—PERITO

 

LONDRES (Reuters) - Você se lembra de ter sido abduzido por alienígenas e levado embora numa nave espacial? Você não seria o único.

Milhares de pessoas em todo o mundo afirmam ter tido encontros imediatos como esse, dizem pesquisadores. Mas em um novo estudo, um especialista em psicologia do Goldsmiths College de Londres afirma que essas experiências provam a fragilidade da memória humana e não são indícios de vida em outras galáxias.

"Talvez o que estejamos lidando nesse caso seja com falsas memórias, e não que as pessoas realmente estejam sendo abduzidas e levadas embora a bordo de naves espaciais", diz o professor Chris French, que pesquisou 19 pessoas que afirmaram ter tido essa experiência.

Diversas pessoas afirmam terem sido tiradas de suas camas ou carros por criaturas alienígenas de cerca de 1,20 metro de altura, com braços e pernas finos e cabeças muito grandes, diz French.

Alguns homens dizem que os alienígenas os sujeitaram a dolorosos exames médicos, durante os quais seu esperma foi extraído.

Muitas das experiências ligadas a alienígenas podem ser explicadas por paralisia durante o sono, condição em que a pessoa está acordada e consciente de onde está, mas não consegue se mexer.

A paralisia do sono muitas vezes leva a alucinações, e 40 por cento das pessoas experimentam esse estado pelo menos uma vez na vida, afirma French.

Uma imaginação forte também tem o seu papel. Muitos dos supostos abduzidos por alienígenas já tendiam a fantasiar e também diziam ter visto fantasmas e ter capacidades psíquicas ou curativas.

"As pessoas têm vidas muito cheias de fantasia", diz French, que deve apresentar suas conclusões na quarta-feira, num seminário do Museu de Ciência de Londres. "Tanto assim que muitas vezes misturam o que está acontecendo em suas cabeças com o que ocorre no mundo real."

(Reportagem de David McMahon)

 

linha1.gif

DESCOBERTO GENE QUE PODE CONTROLAR INÍCIO DA VIDA

 

 

Um grupo de cientistas britânicos descobriu um gene que poderá controlar um dos primeiros momentos da criação da vida humana, quando o espermatozóide fecunda o óvulo, noticia esta sexta-feira o diário britânico The Times.


O gene, a que os investigadores deram o nome de «HIRA», permite que o ADN dos dois progenitores se una depois da fecundação.

Os primeiros quinze minutos são determinantes, por ser nesse período que o gene se activa e propicia a divisão do óvulo fecundado.

Os cientistas, da Universidade de Bath (sul de Inglaterra), descobriram que a ausência ou a mutação do «HIRA» no momento da fecundação impede o processo de formação do embrião, mesmo depois de ter sido fecundado por esperma em bom estado.

Embora até agora este gene só tenha sido estudado em moscas da fruta, os cientistas pensam que este processo genético é importante em todas as espécies que se reproduzem sexualmente, incluindo a humana.

Tim Karr, o coordenador do estudo, afirmou que «o ADN do espermatozóide deve combinar-se com o ADN materno, no primeiro acto da fertilização genética», o que mostra a importância do gene «HIRA».

 

linha1.gif

MARTE APROXIMA-SE DA TERRA NA MADRUGADA DE DOMINGO

 

 

Na madrugada de domingo, se o céu estiver limpo, Marte será visível com o dobro do brilho por estar «apenas» a 69 milhões de quilómetros da Terra, uma «pequena» distância que só será igualada em 2018.


O planeta vermelho aparece de dois em dois anos no céu terrestre, quando a órbita o coloca num alinhamento perfeito entre a Terra e o Sol, mas é raro estar tão próximo como na véspera da «noite das bruxas».

Tal acontece porque uma «oposição favorável», ou seja uma oposição com o Sol no céu terrestre que o coloca a uma distância mínima da Terra, só acontece em média de 15 em 15 anos, de acordo com os astrónomos.

Durante a última convergência entre a Terra e Marte, em 27 de Agosto de 2003, o planeta vermelho esteve ainda mais perto, a 55,8 milhões de quilómetros, mas muito baixo: nos céus da Europa e da América do Norte Marte não passou dos 34º acima do horizonte, o que dificultou a sua observação.

Este ano, para satisfação dos amadores das observações do céu nocturno, as condições serão muito mais favoráveis: Marte poderá ser visto muito mais alto no céu, a leste, a cerca de 66º acima da linha do horizonte.

Depois da oposição de 30 de Outubro, às 03:19 (hora de Lisboa), Marte voltará a afastar-se, embora o seu disco alaranjado continue bem visível durante todo o mês de Novembro, como o ponto mais brilhante do céu depois da Lua.

A passagem tão perto de Marte é uma oportunidade para observar pormenores da sua superfície.

Por estar a chegar o Inverno ao Pólo Norte marciano, começam a instalar-se nessa região grandes aglomerados de nuvens de gelo azuladas.

Segundo a NASA, estes conjuntos de nuvens poderão ser facilmente observados com um telescópio de 10 polegadas.

Há também para ver a região de Syrtis Major, zona de planaltos varrida por ventos que aparece como uma mancha escura verde debaixo das nuvens, a apontar para norte, ou a calote polar sul, formada por gelo carbónico.

Com a ajuda de um telescópio potente, pode ainda ver-se o Olympus Mons, que é o maior vulcão do sistema solar, com 27 quilómetros de altura e 600 quilómetros de diâmetro na base.

Podem também surgir tempestades de areia, visíveis mesmo com pequenos telescópios. Embora não seja esta a época, os astrónomos dizem que não é de excluir o espectáculo de uma tempestade a envolver todo o planeta.

Estas ocasiões de aproximação entre a Terra e Marte são aproveitadas pelas agências espaciais para o lançamento de missões interplanetárias.

Foi por isso que a NASA lançou em Agosto a sonda Mars Reconnaissance Orbiter, que chegará a Marte em Março de 2006.

A bordo segue a maior câmara alguma vez enviada a um planeta, a HiRISE (High Resolution Imaging Science Experiment) que, na Terra pesa cerca de 66 quilogramas. Pode obter imagens com uma resolução digital de 1200 megapixels e desde a órbita de Marte poderá observar objectos na superfície com uma dimensão de uma máquina de lavar.

Os cálculos dos astrónomos prevêem várias oposições entre Terra e Marte com distâncias ainda menores do que a de 2003, mas a primeira delas só ocorrerá daqui a 282 anos.

Diário Digital / Lusa

linha1.gif

PRIMEIRO TURISTA ESPACIAL CHINÊS PARTE EM 2007

 

 

O primeiro turista espacial chinês, um homem de 30 anos chamado Jiang Fang, vai pagar 100 mil dólares (82,3 mil euros) pela viagem, integrada numa missão suborbital em 2007, divulgou esta sexta-feira a imprensa chinesa.


A viagem de Jiang Fang será organizada pela empresa Space Adventures, dos Estados Unidos, que já organizou as viagens à Estação Espacial Internacional dos três primeiros turistas espaciais, Dennis Tito em 2002, Mark Shuttleworth em 2002 e Greg Olsen no início de Outubro, refere o China Daily, jornal oficial chinês em língua inglesa.

Os três turistas espaciais pagaram 20 milhões de dólares por cada viagem, mas a de Jiang Fang será mais barata porque só vai durar 90 minutos e voará a uma altitude de 100 quilómetros.

Os voos a jacto comerciais voam a uma altitude de 12 quilómetros, enquanto, segundo o jornal, a nave espacial Shenzhou VI, que a China lançou para o espaço a 12 de Outubro, com um tripulação de dois astronautas, atingiu uma altitude entre os 200 e os 344 quilómetros.

«Quero sentir a leveza e explorar as maravilhas do espaço», disse Jiang Fang, citado pelo China Daily.

Jiang Fang é também o presidente da Hong Kong Space Travel, o representante na China da Space Adventures, presidida por Eric Anderson e foi criada por ex-astronautas americanos para vender voos espaciais comerciais.

«Nasce um novo herói de cada vez que uma nave parte para o espaço», disse Anderson, «e eu quero criar mais heróis espaciais privados na China».

Jiang Fang, que tem cerca de 30 anos e vive em Shenzhen, cidade do sul da China que faz fronteira com Hong Kong, recusou dar detalhes sobre si próprio, para além de que trabalha na produção de artigos electrónicos.

 

linha1.gif

GINSENG REDUZ PROBABILIDADE DE DESENVOLVER CONSTIPAÇÕES

 

O ginseng reduz o risco de desenvolver uma constipação, revela um estudo canadiano. Uma equipa da Universidade de Alberta encontrou apenas uma em cada dez pessoas a tomar diariamente cápsulas do produto natural diariamente tinham menos constipações.


Os investigadores disseram também que o ginseng reduzia a severidade das constipações, anunciou o Canadian Medical Association Journal.

Em media os adultos têm duas constipações anualmente, e as crianças são mais susceptíveis.

O ginseng tem sido associado ao combate da febre e constipações, mas nunca houve um estudo que estabelecesse uma relação.

Na investigação realizada a 323 pessoas, a equipa canadiana deu a um grupo duas cápsulas de ginseng diariamente durante quatro meses no Inverno e ao segundo grupo um placebo.

Apenas 10% das pessoas pertencentes ao grupo do ginseng tiveram uma ou mais constipações, comparando com 23% dos outros.

linha1.gif

NOTÍCIAS ANTIGAS...